26 DESTAQUES DO ANO SMACNA BRASIL 2018

"CONVÊNIO SMACNA BRASIL - ABRAVA

INSTRUÇÕES GERAIS E REGULAMENTO

                           

REGULAMENTO DO CONCURSO 26° DESTAQUES DO ANO SMACNA BRASIL-2018

 

O Prêmio

O Prêmio Destaques do Ano foi criado pela SMACNA Brasil em 1993, e tem como meta promover em âmbito nacional o reconhecimento solene dos melhores trabalhos de engenharia termoambiental do ano anterior, no presente caso, em 2018.

O Objetivo

O alvo principal do prêmio é homenagear o Empreendedor da obra que direta ou indiretamente, contratou o Instalador e que se estende aos Parceiros Participantes como fornecedores de produtos e serviços em suas várias categorias, definidas por avaliação técnica.  A cerimônia de Premiação materializa, sob formato atraente, os altos objetivos de intercooperação operacional do Convênio SMACNA/ABRAVA, e proporciona o merecido realce aos participantes, fabricantes de produtos e prestadores de serviços, fortes elos integracionistas da cadeia de agentes de mercado do setor de Aquecimento, Ventilação, Ar Condicionado e Refrigeração (HVAC-R na sigla em inglês). 

O Significado do Prêmio

O Membro da SMACNA/ABRAVA,  conquista  com  a  sua  obra  premiada  um  importante  diferencial  no  seu  desempenho.

Comprovando a sua visão internacional de mercado e a incorporação como rotina, das mais modernas tecnologias, evidenciando a reciclagem dos seus conhecimentos aliada a progressiva adaptação às evoluções dos sistemas de HVAC-R vigentes.   Marca, ainda, seu compromisso com os centros mais avançados de conhecimento de engenharia termo ambiental, graças à troca de informações e experiências com a SMACNA Inc. USA, Bookstore através do Chapter Brasil, NEMI, NEBB, ASHRAE e da ABRAVA.

Os Mecanismos da Premiação

Da cerimônia participam todos os parceiros da obra além de seus convidados e personalidades. Imagem e som põem sob evidência em 4 – 5 minutos as virtudes técnicas essenciais de cada obra premiada. O Instalador, na condição de anfitrião, faz a entrega ao Empreendedor, da placa (Memory Plate) que simboliza e certifica a Homenagem e o Reconhecimento ao seu empreendimento, distinguido pela SMACNA Brasil/ ABRAVA como Destaque do Ano 2018.   Diretores da SMACNA e da ABRAVA/SINDRATAR fazem a entrega das Placas ao Instalador.

Os Parceiros da Obra, indicados pelo Instalador no formulário denominado “Informe II”, recebem idêntica homenagem do Instalador. Entre os parceiros estão incluídos os agentes de mercado em decorrência do seu grau de participação no sucesso do empreendimento avaliado pela Comissão Julgadora, conferindo-lhe o título de “Destaque do Ano”.

Quem pode participar?

Empresas de Instalação de sistemas térmicos e de tratamento de ar com sede em qualquer parte do território brasileiro e que sejam associadas a:

·  SMACNA Brasil, e / ou  ABRAVA

 

Obras sediadas em várias unidades territoriais do Brasil já foram homenageadas como “Destaques do ano”.

Condições e requisitos do concurso

As condições e requisitos obrigatórios para que uma empresa instaladora possa participar do concurso e ser premiada, inscrevendo obra(s) candidata(s) a “Destaque do Ano” são:

 

  • Ter realizado obra com características que a diferencie das convencionais

  • Ter concluído a obra no ano a que se refere o prêmio, no presente caso 2018.

  • Encaminhar para a SMACNA Brasil (gestora do Concurso), cópia do atestado comprovando que o objetivo do projeto foi atendido com a satisfação do Cliente Final.

  • Estar quites financeiramente, com a SMACNA Brasil, SMACNA/USA e ABRAVA.

  • Realizar a inscrição preliminar até 01/03/2019, mediante o preenchimento do formulário de Registro de Inscrição Preliminar e pagamento da taxa pertinente (Registro de Inscrição Preliminar), anexo.

  • Ter sido a obra pré-qualificada, o que será anunciado em data a ser definida.

  • Encaminhar para a Sede da SMACNA/ABRAVA, até o dia a ser definido, os formulários preenchidos relativos aos Informes I e II, relacionados nos itens a seguir e nos arquivos anexos.

  • Ter obtido concordância prévia do cliente e/ou empreendedor da obra candidata quanto à sua participação no concurso. Tal consulta formal é obrigatória e constitui-se tarefa do Instalador da respectiva Obra Candidata.

Elenco de informações e critérios para avaliação

I. Informações para qualificação da Obra Candidata a “Destaque do Ano”:

 

Cada empresa que inscreva uma obra candidata ao prêmio “Destaque do Ano” deve apresentar informações que possibilitem à Comissão Julgadora:

 

  • Conhecer as características gerais da obra candidata;

  • Verificar se a obra atende aos requisitos mínimos do concurso, constantes do Regulamento;

  • Constatar razões para que a obra seja pré-qualificada;

  • Definir a categorização e classificação das obras candidatas;

  • Avaliar cada obra segundo os critérios de análise estabelecidos pelas Instruções Gerais e Regulamento indicando, com argumentação detalhada convincente, à premiação aquelas com méritos técnicos compatíveis.

 

As informações gerais e técnicas que devem caracterizar a obra candidata serão fornecidas nos formulários identificados a seguir:

 

Inscrição Preliminar;

 

Informe I.

 

Para facilitar o preenchimento dos formulários citados, assim como do “Informe II”, a Secretaria da SMACNA Brasil fornece arquivos eletrônicos com os tópicos solicitados.

 

 

 

II. Definição da Categorização e Classificação das Obras Candidatas:

 

A obra candidata deve ser indispensavelmente enquadrada em uma categoria, conforme item II.1, e ainda, classificada como estabelece o item II.2.

 

II.1 Categorias:

 

Para fins de categorização, quanto ao tipo de tratamento térmico e/ou tratamento de ar, as instalações estão subdivididas em:

 

A) Obra de ar condicionado para fins de conforto

B) Obra de ar condicionado para fins industriais

C) Obra de ventilação

D) Obra de aquecimento

E) Obra de refrigeração

 

​Notas:

 

  • A Comissão Julgadora e/ou Organizadora pode, caso seja indispensável, ampliar as categorias apresentadas em função de especificidades das instalações candidatas.

 

  • O Instalador deve definir a categoria em função das características preponderantes da obra candidata.

 

 

II.2 Classificação:

 

As obras candidatas, devem ser classificadas em um dos tipos:

 

  • Obra nova:

 

Quando não existe instalação anterior com a mesma finalidade de tratamento de ar e/ou térmico na edificação considerada.

 

  • Retrofit:

 

Obra de reforma de uma instalação existente, mantidas as características originais que definem sua finalidade e categoria.

 

 

 

III. Critérios de Avaliação

 

Na avaliação das obras candidatas, a análise adota os quesitos explicitados a seguir, e que são definidos para auxiliar a metodologia utilizada para classificar as instalações candidatas ao prêmio.

 

A apresentação detalhada dos “Quesitos para Análise” tem dois objetivos:

 

  • Apresentar de forma clara e pública os critérios de avaliação;

  • Auxiliar ao proponente a preparar a apresentação das características de sua(s) instalação(ões) candidata(s) considerando os quesitos que serão avaliados.

 

 

Quesitos para Análise

 

  • Pré requisitos:

    Instalador filiado a SMACNA e/ou ABRAVA;

    Fornecedor de produtos e/ou serviços em suas várias categorias definidas pela Comissão Julgadora, filiado a SMACNA e/ou ABRAVA;

    A obra ter sido concluída e entregue no ano de 2018;

    Apresentar atestado de aprovação emitido pelo Cliente Final.

 

  •  Descrição da instalação de HVAC-R:

       Autoria do projeto;

       Finalidade da instalação e descrição geral;

       Tipo de equipamentos e/ou produtos caracterizando especificamente as funções mais importantes dos principais            componentes do sistema instalado;

       Capacidade instalada;

       Características específicas do sistema.

 

  • Compatibilidade com normas referenciais e/ou legislações pertinentes, citar explicitamente aquelas adotadas:

    Normas relativas ao projeto (por ex,: NBR 16401.1, etc);

    Normas relativas ao uso de energia (por ex.: ASHRAE 90.1, etc.);

    Normas relativas à qualidade do ar interior (por ex.: ASHRAE NBR 16401.1, etc.);

    Normas e/ou legislações relativa à manutenção e operação dos sistemas (por ex.: NBR 13.971, Portaria MS 3523, ANVISA RE 9, etc.);

    Outras normas e/ou legislações – informar quais.

 

  • Qualidade do Ar Interior (QAI):

    Taxas para renovação de ar;

    Características de filtragem;

    Uso de sistema dedicado de tratamento do ar externo (DOAS);

    Recursos para higienização de sistemas;

    Outras características ou medidas adotadas para QAI.

 

  • Eficiência energética:

    Pré-requisitos atendidos da ASHRAE 90.1 (explicitar quais);

    Equipamentos e estratégias de economia de energia;

    Soluções nos sistemas de movimentação de água e ar;

    Sistemas de supervisão e controle (automação).

 

  • Inovação tecnológica:

    Equipamentos e/ou produtos;

    Redes de distribuição de ar e água;

    Soluções adotadas no projeto;

    Soluções adotadas na instalação;

    Soluções adotadas pelo TAB e Comissionamento;

    Atendimento a exigências específicas.

 

  • Sustentabilidade (já abrangendo meio ambiente inclusive licenciamento ambiental):

    Refrigerantes – (valorização dos naturais, controle do vazamento e estratégia de reciclagem);

    Fonte de energia – (uso de fonte de energia pública local e/ou renovável);

    Uso / Reuso/ Tratamento de água;

    Interferência com vizinhança: ruído, calor, umidade etc.;

    Disposição de resíduos;

    Outras características e medidas adotadas para sustentabilidade.

 

  • Segurança:

    Pressurização de escadas de emergência e/ou áreas comuns;

    Integração entre sistemas de proteção contra incêndio, segurança patrimonial, e sistemas de ar condicionado e ventilação;

    Outros itens de segurança relacionados à instalação de HVAC-R.

 

  • Sistemas de ventilação e sua integração com o de ar condicionado (se existente):

    Ventilação de banheiros;

    Ventilação de cozinhas;

    Ventilação de áreas de circulação (independente de sistemas de ar
    condicionado).

    Integração entre os sistemas de ventilação e os de condicionamento de ar (caso ambos existam)

 

  • Comissionamento e TAB (Teste, Ajuste e Balanceamento):

    Foi contratada empresa independente para o Comissionamento?

    Foi contratada empresa independente para o TAB?

    Resultado do TAB;

    Resultado do Comissionamento;

    Documentação apresentando informações sobre a realização de Comissionamento e/ou do TAB.

 

Observações:

 

Há quesitos dentre os relacionados que, de modo geral, não se aplicam a todas as categorias. A seguir estão apresentados quais deles não são aplicáveis por categoria:

 

Categoria A: todos se aplicam;

Categoria B: todos se aplicam;

Categoria C: não se aplica os quesitos do  4;

Categoria D: não se aplicam os itens 4, 8, 9;

Categoria E: não se aplicam os itens 4, 8, 9.

 

 

Comissão Julgadora

 

Será constituída uma comissão de notória especialização, com as seguintes funções:

  • pré qualificar as obras  aptas a participar da premiação;

  • indicar à premiação aquelas que melhor atenderem aos critérios de avaliação.

 

Os fornecedores (fabricantes) de equipamentos são estimulados a criar dispositivos que incentivem a participação no evento de seus Instaladores credenciados que poderão ser solicitados pela Comissão Julgadora a indicar representantes seus para dirimirem eventuais dúvidas sobre a avaliação dos seus empreendimentos candidatos.

 

Notas:

 

  • Os documentos relativos aos projetos candidatos serão mantidos na sede da SMACNA / ABRAVA sob acesso exclusivo da Comissão Julgadora.

  • A Comissão Julgadora conduzirá os trabalhos de avaliação adotando medidas que respeitem os direitos autorais dos projetos.

 

 

Etapas do julgamento e premiação

 

1a. Etapa: Pré-qualificação

 

  • A Comissão Julgadora avalia os dados das Inscrições Preliminares e indica quais obras foram pré-qualificadas.

N.B. Com a notificação até(data a ser definida) aos candidatos das obras “Pré-Qualificadas” (1ª Etapa) serão endereçados eletronicamente os formulários dos Informes I e II (2ª e 3ª Etapas) para preenchimento, também eletrônico.

2a. Etapa: Avaliação e indicação à premiação

  • Os Instaladores das obras pré-qualificadas, após sua notificação, devem providenciar a remessa eletrônica dos Informes I e II até o dia (a ser definido).

  • A Comissão Julgadora, avalia o conteúdo dos Informes I e II. Nesta fase pode haver solicitação ao Instalador inscrito, de complementações e esclarecimentos, visando obter perfeita identificação e clareza quanto aos itens solicitados no Informe I.

  • As melhores obras de cada Categoria serão indicadas à premiação.

3a. Etapa: Encaminhamento e comunicações relativos à premiação

  • Definidas as obras a premiar, os Informes I e II passam pelo crivo final.

  • Estando a documentação e os dados, constantes do Informe II, de acordo com as exigências do Regulamento, a diretoria da SMACNA / ABRAVA, anuncia as obras premiadas, comunicando reservadamente aos demais a sua não premiação.

  • A estruturação da solenidade de premiação e respectivo envolvimento dos agentes de mercado como parceiros dos “Destaques 2018” constam na última página (5/5) do Informe II e serão debatidos em reunião formal com a presença da Comissão Organizadora em a ser definida.

Informações na Secretaria da SMACNA Brasil / ABRAVA

 

Av. Rio Banco, 1.492 – Campos Elíseos / 01206-001 – São Paulo – SP   |    Fone: (11) 3361-7266 – Ramais: 133 / 145 

Contatos: Selma Lima / Alex Amorim -   e-mail: smacna@abrava.com.br